Aprenda como ajustar a temperatura ideal do ar condicionado

como ajustar a temperatura ideal do ar condicionado

Sabemos que a questão da temperatura ideal do ar condicionado é bem subjetiva, afinal, cada um tem suas preferências.

Contudo, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), existe uma temperatura base que consegue satisfazer e beneficiar todos os usuários.

Além do conforto térmico, configurar o ar-condicionado para uma temperatura mais amena, influência em diferentes aspectos do nosso cotidiano, como a qualidade do sono, a produtividade durante o trabalho e até no gasto de energia da casa.

Sendo assim, continue acompanhando este artigo e veja como ajustar o aparelho conforme suas necessidades. Confira!

Recomendações gerais da Anvisa

De acordo com o órgão, a sugestão é deixar o equipamento configurado para estabilizar em 23 °C em todas as estações do ano.

Essa temperatura seria a mais confortável para o nosso organismo, permitindo que ele se mantenha em equilíbrio sem se esforçar muito.

Além disso, por se tratar de uma temperatura não tão alta e nem tão baixa, a possibilidade de desconfortos alérgicos é reduzida.

Obviamente, nada lhe impede de aumentar e diminuir um grau ou outro. Entretanto, evite se distanciar muito desta faixa.

Conforto para boas noites de sono

Conforme citamos no início deste texto, acertar a temperatura ideal do ar condicionado rende boas noites de sono.

Segundo especialistas, um sono é de qualidade quando o corpo fica confortável no ambiente em que está, sem produzir suor ou necessitar se cobrir com cobertas pesadas durante o descanso.

Essa recomendação também é válida para os quartos de crianças, bebês e idosos.

temperatura ideal do ar condicionado

Estímulo para os dias de trabalho

Pode parecer irrelevante, mas trabalhar em um ambiente com uma temperatura agradável afeta, sim, a produtividade do dia.

Isso ajuda a melhorar o humor e até aumentar a energia para realizar as tarefas necessárias.

Salas muito frias ou muito quentes causam mais estresse e prejudicam a capacidade de executar atividades adequadamente.

Portanto, seja para arrumar o quarto ou encarar uma pilha de documentos, procure ajustar o ar-condicionado para uma temperatura balanceada.

Economia na energia elétrica

Por fim, a razão que pode lhe convencer de vez a não ultrapassar a faixa dos 23 °C no seu aparelho: a economia de energia.

É comum pensar que, quanto mais baixa a temperatura do ar-condicionado, mais rápido ele resfriará o ambiente. Contudo, o que realmente acontece é que isso só força o motor do equipamento, contribuindo para um gasto excessivo de energia.

Se quiser, você pode atestar essa diferença de consumo, na prática. Anote a posição do relógio de luz ao ajustar a temperatura para os 17 °C e na manhã seguinte, por exemplo.

Faça o mesmo procedimento com as configurações acertadas para os 23 °C e compare os resultados.

Apesar de todas essas orientações, é claro que a temperatura ideal do ar condicionado varia de pessoa para pessoa.

Algumas não conseguem se sentir confortáveis em ambientes acima de 22 °C, já outras acham qualquer temperatura abaixo de 25 °C fria demais.

Para esse casos, vale procurar um meio-termo para poupar energia e prolongar a vida útil do seu ar condicionado.

Gostou deste artigo? Então, não perca tempo e assine agora a nossa newsletter para ter acesso a mais conteúdos como este!

Topo